Por favor configurar sua chave API!

Diário de Ilhéus

Notícias

“Cuidar em Casa” vai garantir assistência domiciliar pelo SUS

“Cuidar em Casa” vai garantir assistência domiciliar pelo SUS
abril 26
17:44 2018

A Bahia já conta com o serviço de internação domiciliar 24 horas pelo SUS. Denominado ‘Cuidar em Casa’, o atendimento é garantido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab), que credenciou até o momento nove empresas para prestar o serviço.
Aproximadamente 350 pacientes serão atendidos em Salvador, Ilhéus, Lauro de Freitas, Camaçari, Feira de Santana, Jequié, Vitória da Conquista e Guanambi. Nas próximas semanas será expandido para Alagoinhas, Itabuna, Santo Antônio de Jesus, Barreiras, Itapetinga, Poções, Itacaré, Itambé, São Félix do Coribe e Luís Eduardo Magalhães.
“Este é um serviço inovador, e a previsão é que em até seis meses todas as 28 regiões de saúde estejam operacionais”, ressalta o secretário Fábio Vilas-Boas. Serão investidos anualmente cerca de R$26,6 milhões para execução dos serviços de saúde no domicílio, que inclui ainda assistência ventilatória domiciliar.
A internação domiciliar 24h amplia o modelo que vinha sendo adotado até então, que oferecia apenas atendimentos pontuais de médicos, fisioterapia e enfermagem, passando a garantir a assistência integral 24h por dia em casa. O programa contempla ainda a oxigenoterapia domiciliar, para pacientes cronicamente dependentes de oxigênio ou de ventilação mecânica.
A nova modalidade será responsável pela desospitalização direta e imediata de centenas de pacientes, atualmente ocupando leitos hospitalares em todo o estado, possibilitando ampliar o giro dos leitos, com a consequente ampliação da oferta de vagas para a Central Estadual de Regulação.
Os pacientes serão assistidos em casa por equipes multidisciplinares, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e assistentes sociais, e também fonoaudiólogos, nutricionistas, odontólogos, psicólogos, farmacêuticos e terapeutas ocupacionais. Eles terão garantido um conjunto de ações de prevenção e tratamento de doenças, reabilitação, paliação (cuidados paliativos) e promoção à saúde, garantindo a continuidade da assistência.
Para ter acesso ao programa, os pacientes devem estar internados em unidades hospitalares da rede estadual, sem perspectiva de alta em 30 dias. A família, por sua vez, precisa preencher alguns critérios sociais, incluindo condições da habitação e disponibilidade de acompanhantes.

A nova modalidade será responsável pela desospitalização direta e imediata de centenas de pacientes. (Divulgação

Compartilhar

Sobre o Autor

diarioilheus

diarioilheus

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

dezoito + dezoito =

Edição Online

DI - Edição Online 01

Categorias

Agenda de Postagens

maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Clima na região

Anunciantes