Por favor configurar sua chave API!

Diário de Ilhéus

Notícias

Mapa da Violência

outubro 31
07:26 2017

De acordo com a revista Exame, o Nordeste é a região que abriga o maior número das cidades mais violentas no Mapa da Violência do Brasil, e Ilhéus ocupa o 14º lugar no ranking baiano e o 61º no ranking nacional, isto numa análise de crimes cometidos entre 2012 e 2014 em cerca de 3 mil municípios brasileiros que juntos concentram 98% dos homicídios do país. Esses dados são inéditos do 11º Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que foi divulgado ontem, mostrando também que esse crime subiu 67,8º no país entre 2010 e o ano passado, quando houve 2,5 mil registros ou sete casos por dia.
Analisando estes dados com relação ao município de Ilhéus, podemos até mesmo comemorar estas duas posições assumidas, pois ainda nos encontramos um pouco distante dos primeiros colocados, embora a nossa situação política e econômica esteja bastante longe de ser aplaudida por qualquer um que aqui resida. E isso, certamente quase ninguém poderá negar, pois basta caminhar um pouco pelo nosso município, prestando bastante atenção, para verificar que a nossa situação está bastante precária em relação aos investimentos, até mesmo os básicos.
Ainda de acordo com essa pesquisa, em todo o Brasil ocorreram 13,8 mil assassinatos durante roubos em 2010, e, conforme especialistas, a crise econômica associada a problemas em programas estaduais de redução de criminalidade – que perderam investimentos – é um dos fatores para entender os indicadores, pois, com a recessão, em muitos Estados houve queda tanto de capacidade de policiamento nas ruas quanto de investigação.
O diretor executivo do Instituto Sou da Paz, Ivan Marques, associa o fenômeno ao crescimento dos crimes patrimoniais, e diz: “O latrocínio é um tipo de crime contra o patrimônio, não à toa as polícias falam que é roubo que deu errado. Aumentando o roubo, como vimos em 2016, o latrocínio também, vai crescer, gerando esses dados espantosos”. Diz ainda que há um conjunto de fatores que influenciam, entre eles o “momento econômico”. “O roubo produz uma sensação de insegurança ligada ao cerceamento da liberdade de ir e vir, levando as pessoas a mudarem hábitos. Com o latrocínio, esse sentimento é agravado, pois há violência letal”.
Com tudo isso, só podemos torcer e aguardar para que essa situação não piore, pois bastam todos os demais problemas que enfrentamos para continuarmos existindo, conforme a vontade de Deus.

Compartilhar

Sobre o Autor

diarioilheus

diarioilheus

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

2 × 3 =

Edição Online

DI - Edição Online 01

Categorias

Agenda de Postagens

julho 2018
D S T Q Q S S
« jun    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Clima na região

Anunciantes