Por favor configurar sua chave API!

Diário de Ilhéus

Notícias

“Me coloco como uma Nova Possibilidade para dar início há um Novo Modelo Político”.

“Me coloco como uma Nova Possibilidade para dar início há um Novo Modelo Político”.
dezembro 18
08:25 2015

ENTREVISTA
PRÉ- CANDIDATOS A PREFEITO DE ILHÉUS
REINALDO OLIVEIRA

Professor Reinaldo Soares, 45 anos, casado, pai de quatro filhos. Graduado em História pela UESC com Mestrado em Cultura e Turismo pela UESC/UFBA. Diretor do Instituto Brasileiro de Educação, Ciência e Tecnologia- IBEC e da Faculdade Santo Agostinho- FACSA. Presidente do Partido Social Cristão- PSC, Ex Presidente do Conselho Municipal de Educação, tendo uma ação destacada com reconhecimento público. É Professor da Educação Básica e da Pós- Graduação. Há 10 anos atuou como assessor em diversos municípios do Sul e Extremo Sul da Bahia, lhe permitindo vasta experiência na Gestão Pública.

Diário de Ilhéus – O que o levou a querer e aceitar a pré-candidatura a Prefeito de Ilhéus?
Reinaldo Oliveira – Como Professor, com atuação há mais de 20 anos na Educação Básica até a Pós-Graduação, considero a Educação como instrumento de verdadeira emancipação do indivíduo.
Quando assumi por dois anos a Presidência do Conselho Municipal de Educação de Ilhéus, percebi que as mudanças políticas só ocorrem de dentro para fora, contrariando o que eu acreditava que era possível mudar o sistema estando de fora. Percebendo que o Modelo Político vigente está falido e, lastreado por uma experiência de mais de 10 anos fazendo assessoria em vários municípios do sul e extremo sul da Bahia, de forma humilde cheguei a conclusão que posso contribuir com a cidade que me acolheu há 25 anos, sendo instrumento para a mudança desse Modelo Político baseado no clientelismo e fisiologismo por um Novo Modelo pautado em uma prática de governança coerente.

D.I – No cenário político atual, como analisa suas possibilidades?
R.O – A insatisfação e decepção com a política e os políticos têm aumentado muito no Brasil e em Ilhéus de forma específica. Isso se dá em virtude das ações dos políticos em vigor que usam a Política para seus próprios interesses e dos seus grupos.
Entendendo que a Política não deve ser extinta, mas modificada sua práticas e agentes, me coloco como uma Nova Possibilidade para dar início há um Novo Modelo Político. Dos cento e cinco mil eleitores ilheenses, sessenta mil demonstraram na última eleição que não desejam mais os políticos profissionais com suas velhas e condenáveis práticas.
Se eu conseguir, através de idéias, propostas e ações, passar para este eleitorado que represento esse Novo Modelo, com as bênçãos de Deus, serei o próximo Prefeito de Ilhéus.

D.I – Diante das dificuldades enfrentadas pelo município, acredita ser capaz de bem administrar?

R.O – Tenho certeza que sim, uma vez que não precisamos de um Super Herói, mas de um Líder capaz de agregar e liderar um sentimento de revalorização da auto-estima de Ilhéus e dos ilheenses, recuperando o protagonismo de Ilhéus como importante cidade do Brasil.

D.I – Há vários anos, Ilhéus passa a impressão de que parou no tempo. Qual seu plano de governo para mudar esta situação?

R.O – Meu plano de Governo já apresentado no Encontro Cidadania em Debate é estruturado em cinco eixos: Governança Transparente, Ilhéus Cidade Inclusiva, Escola Cidadã, Saúde Mais e Ilhéus Turística.
Na Governança Transparente proponho uma nova forma de governar com transparência e metas. Faremos a reestruturação administrativa, reduzindo em cinco, as secretarias das existentes. Faremos a implementação da parceria público-privado, introdução de Soft de gestão em todos os órgãos, implantação de ponto eletrônico, avaliação de desempenho anual para os servidores aliado á reposição da inflação e plano de saúde para os servidores.
Os demais eixos do Plano de Governo são: Escola Cidadã, Saúde Mais, Ilhéus Cidade Inclusiva e Ilhéus Turística. Todos esses eixos são constituídos por projetos específicos e intersetoriais. Não tem com governar com ações isoladas. As diversas secretarias devem está envolvidas de forma sistêmica.

D.I – Acredita que, concretizando-se o Porto Sul, este possa ser a ferramenta para o renascimento do desenvolvimento?

R.O – Inicialmente fui favorável ao Porto Sul, cheguei a participar inclusive das audiências e passeatas. Hoje só contrário pela construção de um novo Porto. Precisamos ressignificar o Porto de Malhado e ampliar a matriz econômica de Ilhéus enfocando de forma estratégica e profissional no Turismo, na economia criativa e no fortalecimento do Distrito Industrial. A mineração não combina com Ilhéus, além de já demonstrado que os malefícios são maiores que os benefícios. Sou a favor do término da Ferrovia até o Porto do Malhado.

D.I – Sendo eleito, qual o critério que utilizará para a formação do secretariado?
R.O – Secretário é essencialmente um cargo político, isso é fato. Porém, precisamos nomear pessoas que tenham liderança e visão sistêmica que favoreça colocar em prática os projetos e políticas públicas do Governo, pois nenhuma secretaria será uma ilha, deverá imperar a intersetoriedade. A Secretaria não será do Partido, mais do Governo com ações voltadas para a sociedade.

D.I – Qual a proposta para melhorar o transporte público da cidade?
R.O – Na estrutura administrativa, pensamos na Secretaria de Mobilidade e Serviços Urbanos – SEMOB que seria responsável para implantar o Terminal de Transbordo, abrir concessão para o uso de Balsas para transporte de pedestre do Pontal para o Centro, cadastrar e normatizar o transporte alternativo, além de abrir um novo processo licitatório para o Transporte Coletivo objetivando melhorar a qualidade e reduzir o preço da tarifa.

D.I – Qual a política de cultura para um cidade do porte de Ilhéus?
R.O – Como Mestre em Cultura e Turismo, minha idéia é transformar a Cultura em um dos vetores econômicos da cidade, para isso será criada a SECULT, Secretaria de Cultura e Turismo que será responsável em implementar os projetos e políticas públicas do setor, a exemplo de Olivença minha Vila Cultural, a PLITI- Primavera Literária de Ilhéus, Encantos da Lagoa, São João na Praia, Verão Céo e Mar, dentre outros.

D.I – Com muitos distritos, vilas e povoados, quais as idéias para minorar o sofrimento do povo interiorano?
R.O – Minha ideia é descentralizar a gestão extinguindo os administradores de Bairros e criando Sub-Prefeituras com maior autonomia de atuação. Essa ação será extensiva aos distritos cuja política pública será na melhoria das estradas de vicinais, fortalecimento da agricultura familiar, reforma das escolas e a nucleação em pontos estratégicos de Postos de Saúde com atendimentos especializados para evitar o deslocamento para a cidade e humanizar o atendimento ao povo sofrido e guerreiro que são em torno de trinta mil habitantes.

D.I – Um dos bairros mais problemáticos é o Teotônio Vilela. O que se pode fazer para minorar este sofrimento?
R.O – Implantação de uma Sub-Prefeitura no Vilela que trará mais agilidade na realização de ações este importante bairro. Dentre as ações destaca-se um levantamento topográfico e domiciliar no Bairro para produzir um diagnóstico fiel e atual. Trabalharemos para implantação de uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA, construção de uma Creche, urbanização das ruas, construção de Praças e uma Quadra poliesportiva, um Centro de Abastecimento e abertura de Postos Bancários.

D.I – Com o centro da cidade ficando cada vez mais apertado, acredita ser possível transferir o estádio de futebol para outra área?
R.O – Diante de tantos problemas maiores na cidade, acredito que a localização do Estádio Mario Pessoa é um problema menor, pois pretendemos criar a Copa Municipal de Futebol que envolva todos os bairros e distritos de Ilhéus, criando aos domingos uma cultura esportiva nos diversos espaços do Município, além de apoiar o Colo Colo como nosso principal representante no Baianão e na Copa Nordeste, levando assim o nome de Ilhéus.

D.I – Por fim, despedindo-se desta entrevista, o que o Sr. diz para o eleitor ilheense para que ele acredite em suas palavras?

R.O – Defendo um Novo Modelo Político atrelado a uma Governança Transparente. Não podemos viver sem a política, mais devemos expulsar os políticos que tem transformado a Política em instrumento de interesse pessoal ou de grupo, perdendo assim, a essência da Política que é o cuidado com a cidade e com seu povo. A política faz parte da ação humana, o que precisa é que as pessoas bem intencionadas e de bons propósitos passe a fazer parte do processo eleitoral, pois só assim daremos ao eleitor a possibilidade de mudanças. Sou um cristão humanista, por isso acredito no ser humano e na sua capacidade de se transformar para transformar através de ideias e ações propositivas que visem o bem comum. Por conta dessas ideias tenho sido chamado de sonhador, o que para mim é um sonho, pois quando o ser humano perde a capacidade de sonhar, de acreditar, não faz mais sentido existir.
Como Professor, encerro essa entrevista com uma frase do grande Educador Paulo Freire que sintetiza o meu pensamento. “Ai daqueles que pararem com sua capacidade de sonhar, de invejar sua coragem de anunciar e denunciar. Ai daqueles que, em lugar de visitar de vez em quando o amanha pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e o agora, se atrelarem a um passado de exploração e de rotina”.

Compartilhar

Sobre o Autor

diarioilheus

diarioilheus

Artigos Relacionados

2 Comentários

  1. diarioilheus
    diarioilheus Autor dezembro 22, 08:11

    Coronel Batista
    x-x-x-x-x-x-x-x-
    batistatencelpm@gmail.com
    191.247.224.39
    Enviado em 19/12/2015 as 02:00

    Parabenizo, com grande alegria, o nosso valoroso Diário de Ilhéus, bem assim o nosso ilustre Professor Reinaldo Soares por esta brilhante e alvissareira entrevista, principalmente pela pertinente importância das perguntas bem como pela firmeza e sinceridade das respostas, peculiares à quem reúne conhecimento de causa e coragem moral para o “bom combate (2Tm 4,6-8)” – entendimento do sentido da sua missão de vida -, e para a “Luta Boa” (cf.narrativa mítica d’As Duas Lutas/ Hesíodo) – aquela que estimula a disputa positiva entre os mortais, em prol do bem comum!!

    E por estar sintonizado com o Professor Reinaldo em todos os seus presentes termos, mormente quanto ao imperativo da intersetorialidade no enfrentamento simultâneo das demandas reprimidas nas políticas públicas, que tanto angustiam nossas comunidades urbanas e rurais, é que ESTOU ME FILIANDO ao Partido Social Cristão – PSC/20, tão bem presidido e administrado por ele aqui em Ilhéus, pelo que EXORTO as muitas famílias, do bem, que convençam as poucas pessoas idiotizadas pela diabólica minoria que de há muito, com manobras espúrias, explorando a boa-fé e a ignorância alheias, vem degradando a cidade em sucessivas ou intercaladas gestões municipais, que despertem do sono bovino e SE FILIEM, também, AO PSC-20, a fim de que possamos, juntos, substituir os que insistem no desrespeito à DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA e no menosprezo pelo BEM-ESTAR DOS GOVERNADOS em Ilhéus, na Bahia e no Brasil !! PARABÉNS, ILHÉUS, por dispor do Diário de Ilhéus e contar com o Professor Reinaldo!!! FELIZ NATAL! QUE SEJA DE JUSTIÇA E PAZ O PREOCUPANTE 2016!!!

    Responder a este comentário
  2. diarioilheus
    diarioilheus Autor dezembro 22, 08:12

    Ronaldo Rhusso
    pousotrindadeinn.com.br/
    ronaldo.rhusso@gmail.com
    187.118.156.56
    Enviado em 19/12/2015 as 11:52

    Não tive como deixar de lembrar das propostas do, também, professor Jabes Ribeiro que, com apoio maciço dos alunos do IME venceu historicamernte Sá Barreto e Gumercindo Tavares… No primeiro mandato tapou uns buracos, urbanizou algumas favelas, deu um pequeno impulso na divulgação de Ilhéus que mais parecia cidade mitológica que cidade real e mais nada que prestasse a não ser para ele! Desviou a verba de 600 casas populares que deveriam ser construídas na antiga Gomeira (Teotônio Vilela) e fez a festa, deixando Ilhéus cheio de dívidas, elegendo um tal de João Lírio, de modo que a partir daí a cidade acabou! Tenho muito medo de professores no poder! Essa gente é muito bem instruída…

    Responder a este comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

9 − 3 =

Edição Online

DI - Edição Online 01

Categorias

Agenda de Postagens

agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Clima na região

Anunciantes