Por favor configurar sua chave API!

Diário de Ilhéus

Notícias

“Vocês terão o orgulho de bater no peito e dizer: Augustão, este me representa”

“Vocês terão o orgulho de bater no peito  e dizer: Augustão, este me representa”
novembro 03
08:59 2015

Entrevista com o pré-candidato a prefeito Carlos Augusto (Augustão)

.

Diário de Ilhéus, O que o levou a querer e aceitar a pré-candidatura à prefeito de Ilhéus?
Carlos Augusto, A observação leva a ação. Em 1975, eu já observava a maneira como os governantes comandavam a cidade de Ilhéus, a exemplo de Herval Soledade , Henrique W Cardoso e EdmonDarwiche, isso me chamou muita atenção pela seriedade e o trabalho que os mesmos realizavam e sua história de vida, hoje em dia me envergonho de ser representado por um governo tão desastroso e corrupto como este sendo assim fui levado a aceitar a indicação para a pré candidatura á prefeito de Ilhéus pelo partido PSB.

DI. Diante das dificuldades enfrentadas pelo município, acredita ser capaz de bem administrar?

C.A. Nenhuma crise sobrevive onde existe trabalho sério, com pessoas comprometidas, um plano eficiente e eficaz um governo presente – In Locco, um governo aberto a ouvir a sociedade e seus seguimentos. Desculpem -me a minha modéstia, mas eu sou aquele cara que vendo lenços para os chorões, eu sou do tipo do visionário que chegou na Índia e viu todos descalços, e disse vou vender sapatos para todo este povo, pensamento totalmente diferente dos que desistiram e foram embora pensando da seguinte maneira “ Aqui ninguém usa sapatos e nem compra “.
Vejam se alguém da cidade deBarreiras, Luiz Eduardo, Feira de Santana, Porto seguro, Vitória da Conquista andam chorando e lamentando? O nome do remédio para Ilhéus é Carlos Augusto ( Augustão ), governo presente e não um turista.

DI. Sendo eleito, qual o critério que utilizará para a formação do secretariado?

C.A. Em Ilhéus, tenho muitos amigos, mas este não será o critério utilizado para formação do secretariado. Eu quero ao meu lado uma equipe de pessoas comprometidas com a cidade. o meu governo tem rumo, tem o plano e liderança, não pensem que é uma nau á deriva sem rumo e sem comando, vou fiscalizar o que cada um faz e cobrar feedback, não tem jeitinho e nem aceito desculpas, o secretário ele terá todas as condições, para desenvolver sua atividades, se não atender será substituído, não gosto gosto de falar a mesma coisa três quatro vezes, Sim Sim, Não Não, sem procrastinação.

DI. Qual a proposta para melhorar o transporte público da cidade?

C.A. Tem coisas que será tolerável, mas quando se trata de serviços públicos, serviços que atendam ao povo é tolerância zero, ou funciona bem ou sai da cidade, sem pestanejar. A mobilidade urbana de Ilhéus, quando eu falo do plano pós guerra, incluindo o transporte de massa e os equipamentos de mobilidade todos destruídos, eu tenho um exemplo de abrigo de ônibus que eu mesmo construí aqui no Iguape, um deles fica na Rodovia Ilhéus/ Uruçuca, em frente CIRETRAN, onde há anos lá, intacto servindo á população com capacidade para quarenta pessoas sentadas e abrigadas do sol e chuva, eu dou exemplo do que sou e faço, comigo tudo tem que funcionar bem ou então, substituirei por um que funcione, isto eu não abro mão, Tudo será bem fiscalizado.

DI. Qual a política de cultura para uma cidade do porte de Ilhéus?

C.A. Lembra quando falo dos anos setenta e dos governantes desta época?
Havia cultura forte, cidade pujante, Av dois de Julho, Avenida soares Lopes, Natal, são joão, carnaval, neste período alguém ouvia falar de Porto seguro, Itacaré, São João de Ibicuí? A cidade de Ilhéus era âncora da cultura, estamos na pós guerra onde tudo foram destruídos, sucateados e abandonados. Um dos primeiros planos da minha política de cultura é o projeto “ Janelas para o Mundo” outro ponto é o Caldeirão Cultural e o terceiro é o que eu já fazia no bairro do Iguape e agora servirá como modelo para toda a cidade é o Arte e Cultura envolvendo oficinas de danças, percussão, rodas de capoeira, jiujitsu, futebol e outras atividades para crianças, adolescentes e adultos nas comunidades.

DI. Com muitos distritos, vilas e povoados, quais as ideias para minorar o sofrimento do povo interiorano?

C.A. Após esta entrevista a sociedade Ilheense vai ficar conhecendo mais sobre o meu jeito novo de fazer políticas, como homem da indústria primeiro eu falo do que eu já faço e com base nisto falarei do que eu poderei fazer ainda mais.
Hoje sou o maior apoiador dos moradores dos distritos, vilas povoados e bairros de Ilhéus, dou empregos a centenas de pais de família dos distritos de Castelo Novo, Banco do Pedro, Sambaituba, Aritaguá, Carobeira, Ribeira das pedras, Iguape e diversos bairros de Ilhéus e demais localidades. Destaque para o distrito de Banco do Pedro onde implantei um sistema de abastecimento d’água para toda comunidade, recuperação da praça que há anos estava abandonada, recuperação do clube social, realizamos a melhor festa dos últimos anos , festejando o padroeiro deste distrito com oito bandas e trio elétrico. Criamos a associação de Moradores do Banco do Pedro o que precisa fazer é viabilizar o direito de ir e vir e dar as condições logística para todos poderem escoar seus produtos através do meu plano rural.

DI. Um dos bairros mais problemáticos é o Teotônio Vilela. O que se pode fazer para minorar este sofrimento?

C.A. Na verdade eu não vejo, problemas no Teotonio Vilela, deste bairro posso falar com muita tranquilidade, pelo fato de ter sido minha mãe uma das fundadoras desta comunidade conhecida como Gomeira na época. O que vejo é um bairro populoso em processo de expansão e desenvolvimento, uma invasão desordenada, onde os governantes não tem a coragem de estar presente, não tem moral para olhar no rosto de cada pessoa e dizer o que precisa ser feito em parceria.
O primeiro passo quero ouvir o que pensa esta comunidade para então, após diagnosticar dizer o que é possível ser feito no Teotonio Vilela.
Não basta ficar olhando e passando por cima como verniz, é preciso mergulhar e ir á fundo, ser verdadeiro, eficiente e eficaz no plano de reorganização e recuperação.

DI. Com o centro da cidade ficando cada vez mais apertado, acredita ser possível transferir o estádio de futebol para outra área?

C.A. Ilhéus, primeiro precisa ter futebol e também apoio aos esportes, é uma vergonha pra nós Ilheense quando assistimos Ubaitaba e Ubatã, um rio cheio de pedras e eles conseguem ser medalha ouro no mundo. Aqui em Ilhéus temos centenas de milhas de rios, dezenas de praias, lagoas. lagos etc.. e não se tem um nadador, um surfista, um jogador nada nem uma medalha de bronze. A descentralização do estádio de futebol, eu como gestor da cidade, caso um ShoppingCenter tenha interesse por esta área, ele construirá um estádio em um outro local cedido pela prefeitura e fica com esta ou com a área da antiga Petrobrás, também há diversos equipamentos que descentralizarei à exemplo da Prefeitura e Câmara Municipal.

DI. Por fim, despedindo-se desta entrevista, o que o sr. diz para o eleitor ilheense para que ele acredite em suas palavras?

C.A Finalizando esta entrevista, quero dizer ao eleitorado Ilheense que vem chegando o grande momento e que não podemos errar, temos a única arma que é o seu voto, são 481 anos acreditando em pessoas que prometem fazer uma coisa e fazem outra, precisamos eleger representantes que verdadeiramente nos representem, nos respeitem e seja verdadeiramente um gestor da coisa pública, a crise só se instala onde há muita gente tirando e não repondo onde não há transparência e onde não há trabalho. A prefeitura até pode estar em crise, será que o prefeito está? As secretarias até pode estar em crisemas Será que os secretariados estão? A câmara até pode estar em crise mas será que os vereadores estão? Crise que Crise? É Crise ética,?ou Crise transparência?
Quero pedir a sociedade ilheense que faça como fizeram os americanos quando elegeram Barak Obama para presidente um negro que fez a diferença nos Estados Unidos. Aqui em Ilhéus também podemos eleger Augustão para prefeito, um homem íntegro com todas as qualidades de um líder de excelência que nunca se misturou com sujeira nenhuma ficha completamente LIMPA e é neste líder que vocês terão o orgulho de bater no peito e dizer Augustão, este me representa.

Compartilhar

Sobre o Autor

diarioilheus

diarioilheus

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

2 × dois =

Edição Online

DI - Edição Online 01

Categorias

Agenda de Postagens

setembro 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Clima na região

Anunciantes